O Exercício Físico Emagrece?


Overweight woman doing push-ups at home, smiling.

 
 

Parece uma questão simples e de resposta óbvia, mas, na realidade não é assim.

 
 

Quando o objectivo é perder peso, muitas vezes discute-se qual será o caminho mais eficiente para o atingir: fazer dieta? Fazer exercício? Fazer dieta e exercício?

 
 

Afinal, o que é mais importante?

 
 

Num estudo publicado no International Journal of Sports Nutrition há muitos anos atrás, em 1998, Alan Utter e os seus colaboradores procuraram estudar a influência da dieta e/ou exercício na composição corporal e capacidade cardiorespiratória de mulheres obesas.

 
 

Para isso, recrutaram 102 mulheres obesas e distribuíram-nas aleatoriamente por quatro grupos: grupo controlo, grupo dieta, grupo exercício e grupo dieta + exercício.

 
 

Os resultados deste estudo revelaram que o exercício físico acrescenta muito pouco relativamente à dieta no que à perda de peso diz respeito.

 

Estudo

 
 

As mulheres que realizaram apenas exercício, sem controlo ao nível da alimentação, obtiveram perdas de peso reduzidas ou nulas, revelando que o exercício, por si só, pode mostrar-se inútil se não houver controlo da dieta.

 
 

Por seu lado, as mulheres que realizaram apenas dieta obtiveram perdas de peso significativas.

 
 

Por fim, quando foram observados os resultados obtidos pelas mulheres que realizaram exercício e dieta, verificou-se que estas obtiveram perdas de peso muito semelhantes às das mulheres que apenas realizaram dietas, revelando que o exercício pouco ou nada acrescentou à perda de peso das mulheres que realizaram exercício e dieta.

 
 

Num outro estudo mais recente, publicado, em 2012, no Journal of Applied Physiology, Murphy e os seus colaboradores obtiveram resultados semelhantes.

 
 

Neste estudo, a associação da dieta ao exercício pouco ou nada acrescentou relativamente a apenas fazer dieta em termos de perda de peso, massa gorda (em Kg) e percentagem de massa gorda perdidas.

 

F1.large

 
 

Então se o exercício não acrescenta nada em relação à dieta, porque haveríamos de passar horas no ginásio a sofrer em vez de ficarmos sossegadinhos em casa e limitarmo-nos simplesmente a controlar a alimentação?

 
 

Em primeiro lugar, deixe-me dizer-lhe que se o seu objectivo é apenas perder Kg na balança e passa horas no ginásio para gastar umas calorias extra que lhe permita perder esse peso mais rapidamente, provavelmente esse esforço, como já vimos, será inútil.

 

Overweight-600x450

 
 

Vamos tentar perceber porquê.

 
 

Como já referi no artigo anterior (LINK), quando realiza uma dieta restritiva, muito do peso é perdido à custa do catabolismo muscular, isto é, à custa do músculo.

 
 

Por seu lado, o exercício, em especial o exercício resistido ou treino de força, ajuda-nos a preservar essa massa muscular, facto que poderá explicar as diferenças tão pouco significativas entre fazer dieta e fazer dieta e exercício.

 
 

Neste sentido, devemos ter em conta não apenas o peso, mas principalmente a qualidade desse peso.

 
 

Provavelmente, o objectivo não será apenas perder peso, mas sim perder peso, preservando a massa muscular, optimizando a composição corporal e ganhando saúde. Aqui o exercício desempenha um papel fundamental.

 
 

Para ilustrar este facto, Murphy e os seus colaboradores, no seu estudo publicado no Journal of Applied Physiology, estudaram, também, os efeitos da associação entre dieta e exercício e da dieta isoladamente na composição do tecido adiposo e verificaram que a adição de exercício promovia uma maior redução do tecido adiposo visceral relativamente à dieta de forma isolada.

 
 

Desta forma, a associação do exercício à dieta, para além de possibilitar a perda de peso, é mais eficaz a reduzir a gordura visceral (VAT), um tipo de gordura associado à inflamação sistémica, à resistência à insulina e à dislipidémia, entre outras condições.

 

F2.large

 
 

Desta forma, podemos ver que os efeitos do exercício não se resumem apenas ao gasto calórico extra.

 
 

O exercício também promove a sua saúde. O exercício ajuda-o(a) a preservar a sua massa muscular e a aumentar a sua capacidade de produção de força e a sua capacidade cardiorespiratória. O exercício ajuda-o(a) na manutenção da densidade mineral óssea. O exercício ajuda-o a perder a gordura visceral, a mais perigosa em termos de saúde. O exercício melhora a sua sensibilidade à insulina. O exercício ajuda-o a lidar com o stress.

 
 

Assim, quando o objectivo é perder peso, a dieta e o exercício devem andar de mãos dadas de forma a garantir resultados e a melhorar a saúde e a qualidade de vida das pessoas que o pretendem atingir.

 
 

Em jeito de resumo, deixo aqui os meus conselhos:

 
 

1. Se quer perder peso e apenas realiza exercício sem qualquer controlo ao nível da dieta, comece a pensar em mudar os seus hábitos alimentares. Caso contrário, dificilmente terá resultados.

 
 

2. Se quer perder peso a todo o custo, não lhe interessando de onde sai o peso nem a sua saúde, faça dieta. O exercício aqui vai ser inútil.

 
 

3. Se quer perder peso e, para além disso, melhorar a sua composição corporal e ganhar saúde e anos de vida, faça dieta e exercício.

 
 

Até breve!